Empreendedorismo criativo: conheça essa tendência e saiba como adotá-la em seu negócio

Empreendendo com criatividade

Você conhece a tendência do empreendedorismo criativo? Esta é uma área cada vez mais ampla, que tem ganhado força graças a diferentes fatores. Entre eles se destacam constantes evoluções tecnológicas e a velocidade na circulação e facilidade de acesso à informação.

Até mesmo a recente pandemia de coronavírus ajudou a impulsionar o empreendedorismo criativo e consolidá-lo como área de mercado. Mas no que esse conceito consiste? Basicamente, ele diz respeito ao trabalho, produção e comercialização de conhecimentos e habilidades.

Dessa forma, propriedades intelectuais, artísticas e criativas são os principais produtos de um empreendedor criativo. Estas são as mercadorias de sua empresa, e não itens físicos, por exemplo. Assim sendo, entenda melhor como essa área funciona a seguir.

Uma breve explicação sobre o empreendedorismo criativo

Para entendermos esse tipo de empreendedorismo, precisamos trazer o conceito de “economia criativa” para a conversa. Ele foi criado em 2001 pelo teórico John Howkins, usado em seu livro The Creative Economy. Nesta obra, o escritor foi pioneiro ao usar conceitos como criatividade e inovação a economia empresarial e industrial em geral.

Assim, a primeira coisa que podemos ter em mente sobre o empreendedorismo criativo é sua matéria-prima. Isto porque, ao invés de produtos físicos e manufaturados, os profissionais que atuam nesse setor oferecem aos seus clientes produtos como:

  • Ideias;
  • Conhecimentos;
  • Comportamentos;
  • Inspirações;
  • Artes;
  • Cultura;
  • Entretenimento;
  • Soluções inovadoras em geral.

E se você acha que essas ideias são abstratas demais para gerar lucro, saiba que há um público cada vez maior para elas. Prova disto são os dados divulgados pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com a entidade, a economia criativa cresceu de 2,61% do PIB nacional em 2017 para 2,91% em 2020.

Formas concretas de trabalhar com empreendedorismo criativo

Atualmente, vivemos em um dos melhores momentos para trabalhar com empreendedorismo criativo. O acesso à internet em larga escala, tecnologias focadas em solucionar problemas diversos e o surgimento de tecnologias como a inteligência artificial consolidam essa realidade.

Nesse sentido, há diversos exemplos de empresas e negócios que podem fundamentar seus negócios na economia criativa. Veja abaixo os três mais importantes.

Trabalho com patrimônio cultural

Aqui a economia criativa trabalha sobretudo com serviços em museus, sítios arqueológicos, e pontos turísticos. Além disso, também está relacionada a áreas de visitação de forma geral.

Setor de criatividade e artes

Neste sentido a economia criativa está focada na produção de obras artísticas em geral. Aqui se destacam livros, filmes, peças de teatro, música e artesanato, entre outras.

Criações funcionais

Por fim, essa área está destinada a resolver problemas de determinado público-alvo. Para tanto ela trabalha com aplicativos, plataformas de conhecimento, marketing digital e áreas afins.

É possível adotar esse conceito em empresas tradicionais?

Não só é possível como também necessário. Como você pode ver, as áreas de atuação que envolvem o empreendedorismo criativo são extremamente variadas. Portanto, elas podem se estender tranquilamente a negócios focados em produtos e serviços tradicionais.

Nesse sentido, se você trabalha em uma área tradicional de negócios, siga as dicas abaixo para adotar o empreendedorismo criativo em sua empresa:

  • Em primeiro lugar, trabalhe com informações. Usar o marketing de conteúdo para tirar todas as dúvidas que o cliente possa ter. Priorize-o acima de tudo;
  • Trabalhe com plataformas online. E-commerces ou portais para compartilhar ideias e conhecimentos com clientes são ótimas formas de fazer isso;
  • Use aplicativos. Você pode agilizar ao máximo os processos de sua empresa por meio de apps. Facilite ao máximo a interação e as ações de seu público-alvo;
  • Seja criativo e pense fora da caixa. Por mais redundante que esse conselho pode parecer, ele é fundamental. Trabalhe com artes, humor, ideias e conhecimentos para cativar o cliente e vender seus produtos e serviços.

Tenha em mente que a criatividade é um diferencial competitivo com relação aos concorrentes. Assim sendo, trabalhe com ideias e com a imaginação de sua equipe para encontrar as melhores soluções para se destacar em sua área de atuação.

Exemplos de sucesso na aplicação do empreendedorismo criativo

Para além de entender o conceito de empreendedorismo criativo, é importante ver exemplos concretos de seu funcionamento. Para isso, separamos algumas empresas de sucesso no setor para você se inspirar. Confira!

Quinto Andar

Esta é uma empresa do setor imobiliário, que trabalha de forma totalmente diferenciada e original. Isto porque seu funcionamento e interação com os clientes se dá por meio de um app. Nele os clientes escolhem o imóvel, agendam o horário de visita e encaminham os documentos necessários para concretizar seus negócios.

ABLab

Uma agência de publicidade que funciona de forma totalmente digital. Entre seus pilares estão a distribuição de cargos de forma horizontal para uma comunicação alinhada entre os membros da equipe. Além disso, A empresa também trabalha com abolição de cargos e o conceito de Business Inteligence, para trazer os melhores resultados para todos.

Even3

A plataforma digital do setor acadêmico também se destaca no empreendedorismo criativo. Ela reúne e organiza dentro de si eventos acadêmicos e científicos para estudantes de ensino superior. Para isso, cobra uma taxa de 10% para cada inscrição efetuada em seu sistema. Dentro dele, oferece uma série de ferramentas como workshops, palestras cursos e certificados.

Projeto Canguru

Mais uma plataforma online, que tem como objetivo compartilhar conhecimentos diversos sobre a criação de filhos. Para tanto, ela reúne uma série de conteúdos online e offline, com uma revista impressa e vários artigos digitalizados. Para funcionar, ela cobra uma pequena taxa de seus assinantes e oferece um suporte completo para eles.

Nós Todos Filmes

Para completar a lista, temos uma produtora focada na acessibilidade e no audiovisual. Ela é especializada em adaptar criações audiovisuais diversas para torná-las acessíveis a espectadores que precisam. Nesse sentido, ela oferece serviços de legendagem, descrição de áudio e inserção de intérprete de libras em vídeos diversos.

Empreendedorismo criativo: considerações finais

Você tinha ideia de todas as possibilidades deste ramo do empreendedorismo? É claro que, para trabalhar de forma criativa, existem algumas habilidades básicas que você precisa ter. Nesse sentido, podemos destacar principalmente:

  • Proatividade e paixão por alguma área específica do conhecimento, criatividade ou até mesmo produção artística;
  • Conhecimentos e habilidades que possam te ajudar a transformar essas habilidades em ganhos para sua empresa;
  • Visão para identificar oportunidades e proteger suas propriedades criativas por meio de marcas, patentes e direitos autorais;
  • Perfeito equilíbrio entre busca constante por conhecimento, foco e também descanso para sua cabeça. Esta é a receita para o sucesso nesse setor;
  • Boa capacidade de comunicação e de vendas em geral. Isso fará toda a diferença na hora de compartilhar suas ideias.

É importante ter em mente que, de forma geral, um empreendedor é uma pessoa que deve ser criativa por natureza. Afinal de contas, encontrar soluções para que seu negócio possa crescer e prosperar faz parte de seu trabalho.

Dessa forma, o empreendedorismo criativo surge como uma solução interessante para exercitar esse tipo de capacidade. Não importa o ramo de sua empresa ou os produtos e serviços que você oferece. É possível adaptar suas bases na rotina de seu negócio com máximo sucesso. E caso esteja iniciando no universo do empreendedorismo e queira trabalhar de forma criativa, considere as informações desse artigo. Há inúmeras formas de transformar seus talentos e sua criatividade em um negócio criativo. Basta analisar o mercado que mais se adequa as suas aspirações e ficar de olho nas oportunidades. Boa sorte!

One thought on “Empreendedorismo criativo: conheça essa tendência e saiba como adotá-la em seu negócio

Comments are closed.

Posts Relacionados Populares

Temos outros excelentes artigos pra você aproveitar, conhecer e aprender um pouco mais sobre o mundo do empreendedorismo, veja abaixo: