Distribuidora de Cervejas: Como Iniciar?

distribuidora de cervejas inicio empreendedorismo

Já pensou em lucrar com uma distribuidora de cervejas? Imagina abrir uma cervejinha gelada nesse calorão… com certeza milhares de brasileiros estão fazendo isso neste momento, independente do horário que você estiver lendo este artigo. E não é exagero! Agora imagina a alegria de quem vende essas bebidas? E das fabricantes, então, nem se fala!

Mas será que vale realmente a pena entrar para esse segmento? Se você possui uma veia empreendedora, já deve ter tido várias ideias após ler as primeiras linhas desse artigo. Por exemplo, será que é um boa fabricar cerveja caseira, abrir uma cervejaria, um quiosque de bebidas, um mercadinho ou ainda uma distribuidora de cervejas?

Então, vamos te ajudar a pensar um pouco melhor sobre esse assunto, falando especificamente sobre distribuidoras de cervejas. Primeiro, veja se esse nicho vale a pena e, depois, dicas para dar o pontapé inicial no negócio.

As distribuidoras de cervejas lucram

O título acima já resume tudo, mas vamos ver alguns números? O Anuário da Cerveja é um relatório anual publicado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA). Ele mostra o panorama desse setor por aqui.

Assim, o relatório divulgado em 2023 trazia números referentes a 2022. Ou seja, naquele ano o Brasil tinha 1.729 cervejarias registradas. Isso representou um crescimento de 11,6% em relação a 2021.

Além disso, não houve diminuição do número de cervejarias em nenhum estado. Nesse sentido, se formos observar o gráfico, o negócio fica mais surpreendente. Desde que esse anuário foi criado, em 2000, houve crescimento todo ano. Ou seja, o setor cervejeiro não entra em crise nunca! O ranking de estados com mais cervejarias tem:

  • 1º – São Paulo – 387 cervejarias;
  • 2º – Rio Grande do Sul – 310;
  • 3º – Minas Gerais – 222.

O destaque fica para Minas, que com 33 novas cervejarias ultrapassou Santa Catarina, que ocupava a terceira colocação em 2021.

Agora você deve estar pensando, diante de tantas cervejarias, quem distribui todos esses produtos? Claro que grandes cervejarias possuem suas próprias distribuidoras de cerveja. Mesmo assim, esse mercado tão lucrativo abre espaço para distribuidoras independentes, de pequeno e médio porte.

Dessa forma, veja na sequência deste artigo algumas informações interessantes para quem quer abrir a própria distribuidora.

ilustracao distribuicao de cervejas

Como abrir uma distribuidora de cerveja?

Vamos deixar de lado por enquanto a parte burocrática e focar na parte prática. Assim, primeiramente você vai precisar de um investimento inicial, que pode variar bastante, pois depende de vários fatores.

Por exemplo, a localização da distribuidora e sua infraestrutura são coisas que elevam o investimento, que pode superar facilmente R$150.000,00.

Deste modo, as distribuidoras de cervejas prezam muita pela estrutura e localização. Você já reparou que boa parte delas está localizada na beira de estradas e rodovias? Isso é para facilitar o transporte das cargas! Então, se for procurar um espaço próprio para esse negócio, alugar um ou reformar, leve em conta as seguintes características:

  • Quanto mais bem localizada a distribuidora, melhor para a logística. Você pode poupar tempo e dinheiro (combustível);
  • Tenha uma área interna e externa espaçosa para o trânsito e livre circulação de pessoas;
  • Tenha um espaço adequado para o estoque, sem esquecer da refrigeração e segurança;
  • Permita que os caminhões e demais veículos acessem facilmente as áreas de carga e descarga;
  • Invista em estruturas básicas, como banheiros, escritórios, sala de reunião e refeitório.

Planejamento financeiro

Sempre falamos em planejamento financeiro e plano de negócios aqui no blog, pois ele é essencial para qualquer negócio.

No caso das distribuidoras de cervejas, além da localização. Isso influencia muito nesse planejamento é a parte de equipamentos. Basicamente, você vai precisar de:

  • Balcões;
  • Prateleiras adequadas;
  • Freezers e geladeiras;
  • Engradados, paletes e outros elementos para o armazenamento das bebidas;
  • Computadores com um programa de gestão desenvolvido exclusivamente para distribuidoras de bebidas;
  • Veículos apropriados para a distribuição;
  • Carrinhos de carga.

Essa é a parte “física” do negócio. Mas há ainda os custos com impostos, funcionários, despesas de água, luz e telefone. E ainda, toda documentação que será necessária para abrir o negócio.

E, dependendo do tamanho da sua distribuidora de cerveja, coloque no orçamento ao menos uma empilhadeira.

Enfim, coloque tudo no papel e veja quais serão seus gastos fixos e variáveis. Mas, não podemos esquecer da “cereja do bolo”, ou seria “cerveja”? A própria mercadoria! Se você não irá fabricar a cerveja, vai precisar adquirir o produto de várias cervejarias para a distribuição.

Se for fabricar, saiba que temos um artigo onde falamos justamente disso.

Outro detalhe: quem está começando deve investir de forma razoável em marketing, pelo menos inicialmente. Capriche na criação de um site, páginas em redes sociais e vá se aproximando do seu público-alvo! Lembre-se que as coisas não começam dar certo do dia para a noite.

Margem de lucro de distribuidoras de cervejas

Quando falamos em negócio lucrativo, não devemos focar apenas no quanto se gasta para abri-lo ou mantê-lo. O mais importante é a margem de lucro!

Nesse caso, a margem de lucro das distribuidoras de cervejas gira em torno de 16% e é considerada relativamente baixa.

No entanto, esse negócio é lucrativo justamente por conta da rotatividade da mercadoria. Você não vai ter mercadorias paradas em estoque por muito tempo. Lembre-se dos números que citamos no início desse artigo, mostrando que o Brasil é um exímio consumidor de cerveja.

Por outro lado, queremos confessar um segredo que, na verdade, é um erro que muita gente comete ao abrir uma distribuidora de bebidas. Os empreendedores que estão iniciando no ramo costumam misturar suas contas privadas com as da empresa.

E esse é o principal fator que leva a prejuízos e até mesmo ao colapso do negócio. Então, a dica é: Abra uma conta empresarial e não misture as coisas! Estipule um valor mensal que você precisará tirar por mês e pague suas contas pessoais com o seu dinheiro.

Esse controle é essencial para o que chamamos de saúde financeira da empresa. Se for “marinheiro de primeira viagem”, contrate uma equipe especializada para te ajudar nas finanças!

Parte burocrática: chata, mas necessária!

Deixamos a parte burocrática por último. As distribuidoras de cervejas precisam seguir uma série de regras em relação a documentação. Antes de colocar a mão na massa, você vai ter que ir atrás de:

  • CNPJ;
  • Registro na Secretaria da Fazenda (do seu estado);
  • Inscrição na prefeitura, com o objetivo de obter o alvará de atividade comercial;
  • Alvará de funcionamento, obtido com o Corpo de Bombeiros;
  • Registro na sua Junta Comercial.

Todo esse processo pode levar e tempo e você tem que estar preparado. Após abrir sua tão sonhada distribuidora de cervejas, tenha perseverança, pois os primeiros meses podem apresentar prejuízos.

Aliás, você tem que ter uma reserva caso isso aconteça. A ausência de um dinheiro reserva faz muitos negócios quebrarem nos primeiros meses! Mas, seguindo as dicas que demos aqui, sua empresa tem tudo para ir crescendo aos poucos. E assim, ela poderá se consolidar nesse segmento tão lucrativo.

Ao mesmo tempo, você tem que se cercar de pessoas boas e competentes. No setor burocrático, por exemplo, vai precisar emitir nota fiscal. Nesse caso, uma parceria com uma empresa de contabilidade será fundamental.

E, claro, faça parcerias com cervejarias de renome, seguindo uma “linha de atuação”. Por exemplo, sua distribuidora vai revender cervejas populares ou mais sofisticadas? Ela está aberta a cervejas artesanais? O que você pensa em relação a isso?

Seguir uma linha de atuação também será importante. Agora, pode abrir aquela cervejinha e começar a pensar na sua distribuidora, e até um item interessante uma vez que você pensa nesse segmento… Você sabia que a OXXO, começou exatamente com o propósito da venda de cervejas? Não? Leia nosso artigo sobre a OXXO e conheça essa belissíma história do empreendedorismo!

Posts Relacionados Populares

Temos outros excelentes artigos pra você aproveitar, conhecer e aprender um pouco mais sobre o mundo do empreendedorismo, veja abaixo: