Apple Card no Brasil: Será que o serviço existe por aqui?

Apple Card Brasil

Se você é fã e usa os serviços desta empresa, certamente já deve ter se questionado sobre a presença do Apple Card no Brasil. A Apple é pioneira em diversos produtos e serviços ligados a tecnologia, e esta é uma nova amostra de suas capacidades nesse setor.

Por isso, hoje vamos trazer um panorama completo sobre este tema. Saiba o que é o Apple Card, e como ele funciona para os seus clientes. Além disso, veja também se esse serviço atualmente está disponível no Brasil, e quais suas perspectivas por aqui.

Existe Apple Card no Brasil?

Antes de tudo, precisamos de uma explicação sobre este serviço desenvolvido pela empresa. O Apple Card surgiu ainda em 2019, com a proposta de oferecer uma experiência de pagamento diferenciada aos clientes. Ele opera dentro do aplicativo Apple Pay.

Pouco tempo depois de seu lançamento, o serviço passou a fazer grande sucesso nos EUA. No início de 2022, um levantamento revelou que mais de 6,7 milhões de pessoas tinham o cartão, somente no território norte-americano. Mas afinal, existe Apple Card no Brasil?

Respondendo de forma direta a pergunta, ainda não! A razão é o fato de que ele está vinculado ao banco Goldman Sachs Bank USA. Ou seja, apenas residentes dos EUA tem acesso ao seu serviço. Mas calma que nem tudo está perdido.

Perspectivas do Apple Card no Brasil

Desde o surgimento e consolidação do Apple Card, a Apple já declarou suas intenções de tornar esse serviço universal. Ou seja, ela pretende expandir seu uso para uma série de outros países, inclusive o Brasil. E nesse sentido, há uma interessante notícia.

No final do ano passado, informações divulgadas pela Reuters indicaram a ruptura da parceria entre a Apple e o Goldman Sachs. Ao mesmo tempo, a empresa criadora do Apple Card já iniciou movimentos para encontrar novas parcerias para distribuir seus cartões.

Nesse sentido, inclusive, a empresa estava procurando por profissionais de diferentes áreas para ajudá-la. E uma vaga publicada pela Apple em busca de um engenheiro de software chamou a atenção por um detalhe interessante: ela procurava um profissional para trabalhar no Brasil.

Mais especificamente, a vaga procurava um engenheiro para trabalhar em uma plataforma da Apple. Entre outros produtos, ela também ficaria responsável pela emissão de seus cartões. E o local de trabalho era em uma fintech brasileira chamada Pismo.

A empresa nacional é especializada em cartões de crédito, com sólidos serviços de nuvem para bancos. No ano passado ela foi comprada pela Visa por 1 bilhão de dólares. Então, pode ser que o Apple Card no Brasil esteja mais próximo do que imaginamos, vindo pelas mãos da Pismo.

Vantagens e diferenciais da Apple Card

Enquanto o destino do Apple Card no Brasil é incerto, vale destacar todos os diferenciais de uso desse serviço. Em primeiro lugar, como ele está dentro do Apple Pay todos os usuários desse serviço podem solicitá-lo sem pagar nenhuma taxa.

Ele tem bandeira MasterCard, e por isso é amplamente aceito em lojas do Brasil e do mundo. Dessa forma, sua adoção e uso apresenta uma série de vantagens, como por exemplo:

  • Tecnologia contactless. Você pode aproxima-lo de uma maquininha, ou mesmo abrir o aplicativo e aproximar o celular para realizar pagamentos;
  • Design focado em segurança e durabilidade. O cartão não conta com nome nem dados do usuário em sua superfície. Além disso, ele é feito de titânio;
  • Programa de cashback diário chamado Daily Cash. Ao realizar a compra de produtos ou serviços dentro da própria Apple, você ganha entre 1% e 3% se deu dinheiro de volta;
  • Possibilidade de compartilhamento do cartão com membros de sua família que façam parte do iCloud. Para isso, basta que sejam maiores de 13 anos;
  • E ainda, aplicativo completo com várias funções extras para seus clientes. Lá você tem uma série de informações para acompanhar suas faturas detalhadamente.

Entre suas desvantagens, no entanto, cabe mencionar as taxas de juros. De acordo com a própria Apple, a Taxa Percentual Anual de Juro do Apple Card varia entre 13,24% e 24,24%, ao ano. Ou seja, comparado a outros serviços e marcas semelhantes, seu custo é mais elevado.

Além disso, ele só pode ser utilizado por usuários da Apple. Então se você não tem nenhum de seus dispositivos, não conseguirá pedir o cartão.

Quem pode solicitar o cartão da Apple?

Apesar de ainda não haver Apple Card no Brasil, se você mora nos EUA pode solicita-lo mesmo com o rompimento entre a Apple e a Goldman Sachs. Para isso, a empresa tem como exigências:

  • Ser maior de 18 anos para solicitar o cartão;
  • Ter um endereço residencial legal nos EUA;
  • Ter Número de Identificação de Contribuinte Individual dos EUA;
  • E ainda, ter uma análise de crédito suficientemente positiva para requisitar o cartão.

Quem cumpre com todas essas exigências, pode solicitar o seu cartão. Para isso, será preciso acessar a sua conta do iCloud, por meio de dispositivos dos seguintes tipos:

  • iOS 12.4 ou superior;
  • macOS 10.14 ou superior;
  • E também o watchOS 5.3 ou superior.

Passo a passo para solicitar o Apple Card

Até aqui está tudo certo? Então você consegue fazer a solicitação de seu cartão sem problemas. Para tanto, siga os passos abaixo:

  • Inicie sua conta no iCloud em um dos dispositivos acima compatível com o Apple Pay;
  • Abra o Apple Pay, entre na aba “selecionar cartão” e depois vá em “Apple Card”;
  • Ao clicar ali, você precisará dar uma série de informações que aparecerão na tela;
  • Depois de preencher todos os dados, você deverá aceitar os termos e condições;
  • Agora é só enviar as informações e aguardar pela resposta.
apple card brasil app iphone

Assim como qualquer outro serviço de cartão de crédito, haverá uma análise de seus dados para ver se você é aprovado nesse serviço. Dependendo de como está a sua reputação, você pode ser aprovado na hora ou após alguns dias.

No momento em que tiver o serviço liberado para você, a Apple lhe enviará uma notificação para ativar seu cartão. Além disso, sua cópia física deve chegar em seguida no endereço que cadastrou como sua residência.

Apple Card no Brasil: considerações finais

Neste artigo, trouxemos as principais e mais úteis informações sobre o serviço da Apple Card no Brasil. Embora ele ainda não esteja por aqui, ao que tudo indica é apenas uma questão de tempo até que isso aconteça. E para além disso, aqui vale outra informação interessante sobre o tema.

Com esse serviço, a Apple nos traz uma grande lição de intraempreendedorismo spin-off. Afinal de contas, mesmo ligada a tecnologia, a empresa ofereceu uma solução diferente aos seus clientes, por meio de um cartão de crédito.

É claro que esta não é a primeira empreitada da empresa nesse sentido. Basta analisarmos serviços como o iTunes e o Apple TV para ver que a companhia sabe aproveitar oportunidades desse tipo muito bem. E isto é algo muito importante para seu contínuo crescimento.

Seja como for, o serviço do Apple Card pode abranger outros países além dos EUA em breve. E se a Pismo começar a produzir os seus cartões, certamente ele virá ao Brasil. Basta aguardar para ver quando isso irá acontecer. Esperamos que tenha gostado desse conteúdo. Para conferir outros temas relacionados ao empreendedorismo, acompanhe as outras postagens do blog, tais como sobre outra empresa americana anseada por muitos brasileiros, a Costco a maior varejista dos EUA.

Posts Relacionados Populares

Temos outros excelentes artigos pra você aproveitar, conhecer e aprender um pouco mais sobre o mundo do empreendedorismo, veja abaixo: